in

A contradição do Corinthians que apoiou a Lei Maria da Penha e contratou um acusado de agressão a mulher

A coisa foi tão séria que a torcida passou a usar a hashtag #JuninhoNoCorinthiansNão.

A Lei Maria da Penha, que criou mecanismos para coibir a violência contra a mulher, completou 12 anos nesta quinta-feira. O Corinthians postou em suas redes sociais seu apoio à Lei e usou a hashtag #NenhumaAMenos, um dos símbolos do movimento contra este tipo de violência.

Mas NO MESMO DIA foi anunciado que o atacante Juninho seria emprestado ao Corinthians até o final de 2019. O jogador foi indiciado por agredir e ameaçar uma ex-namorada em novembro de 2017.

No Twitter, torcedores passaram a responder a ação do Corinthians e a usar a hashtag #JuninhoNoCorinthiansNão.

Um seguidor ainda relembrou uma imagem relacionada ao caso.

Que lamentou a ocorrência…

E cobraram um posicionamento mais efetivo do clube.

Até a publicação deste post o nome do Juninho não constava no elenco do Sport Club Recife nem no elenco do Corinthians.

Via: BuzzFeed BR

Qual foi sua reação ao ver esse post?

0 PONTOS
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

Comentários